Opel entra na plataforma Alpha com o GT Concept

Pensamos que a Opel guardaria sua maior surpresa para o Salão de Genebra para uma data mais próxima da abertura do evento. Bem, não guardou. Aqui você tem o novo Opel GT, um esportivo de motor central-dianteiro e tração traseira com um motor surpreendente: um 1.0 de 3 cilindros turbo!

Opel-GT-final-1

Opel-GT-final-7 Opel-GT-final-5 Opel-GT-final-11 Opel-GT-final-1

A Opel não entra em mais detalhes sobre o carro além do motor, uma unidade toda de alumínio a gasolina com injeção direta e turbo que oferece 107 kW (145 cv) e 205 Nm. Como o peso do dois-lugares é inferior a 1.000 kg, o motor é capaz de impulsioná-lo de 0 a 100 km/h em menos de 8 s e a uma velocidade máxima de 215 km/h.

Opel-GT-final-12

Opel GT-final-10 Opel-GT-final-9 Opel-GT-final-6 Opel-GT-final-4

Mas, quando ele entrar em produção, certamente contará com um motor maior sobre a plataforma Alpha, a mesma utilizada pela Cadillac ATS e pelo Chevrolet Camaro. É o “crème de la crème” das plataformas da GM e uma das únicas três disponíveis. A GM também tem a plataforma Y, usada pelo Corvette, e a plataforma Zeta, usada por Holden Commodore e pelo antigo Chevrolet Camaro. Não há nenhuma dúvida que a plataforma Alpha será a base da versão de produção deste novo Opel.

Opel-GT-final-21

Opel-GT-final-14 Opel-GT-final-13 Opel-GT-final-3 Opel-GT-final-2

Como já dissemos antes, os faróis do conceito serão um GT estilizado, um recurso que realmente gostaríamos de ver no carro de produção. A Opel também destaca outras características exclusivas do esportivo, tais como as grandes portas com janelas laterais integradas. Este permanecerá como um elemento conceitual, mas é legal ver como o vidro e a porta parecem ser uma peça única. A abertura da porta acontece quando um touchpad integrado na linha vermelha no teto é ativado. As portas se estendem para a parte de trás dos arcos de roda dianteiros, um arranjo que economizaria espaço e ajudaria a dar acesso ao carro mesmo em espaços de estacionamento apertados, uma situação comum na Europa. Como esta é uma solução patenteada, espere vê-la no carro de produção.

O Opel GT não tem nenhum espelho retrovisor lateral. Eles foram substituídos por duas câmaras montadas atrás dos arcos de roda. O pára-brisa está integrado a um telhado panorâmico.

Opel-GT-final-19

Opel-GT-final-20 Opel-GT-final-18 Opel-GT-final-17 Opel-GT-final-16

A Opel orgulhosamente diz que não recorreu a um design nostálgico.

Opel-MotoClub-500

O novo Opel GT usa apenas pequenas referência ao modelo antigo, como o duplo escape central, o longo capô, a ausência de uma tampa do porta-malas e pneus vermelhos 225/40 R18 Hankook, herança da Opel MotoClub 500, uma moto de 1928 que tinha como destaque seus pneus vermelhos. Dentro das rodas do conceito é possível ler perimeter brake (freio do perímetro), mas isso é algo que a Opel provavelmente vai deixar para explicar quando o carro for apresentado oficialmente no Salão de Genebra.

Opel-GT-final-15

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.