Esta é a segunda geração do Peugeot 3008, construída sobre a plataforma EMP2

A Peugeot revelou oficialmente hoje a segunda geração do seu crossover do segmento C, o 3008. Agora construída sobre a plataforma EMP2, ela é maior, mais leve e mais refinada do que a anterior. Mas sua característica principal é usar uma arquitetura modular, que pode ser usada em uma infinidade de novos produtos, ampliando a escala e reduzindo os custos de produção.

PEUGEOT_3008_EMP2-3

O novo 3008 tem 4,45 m de comprimento, 1,84 m de largura, 1,62 m de altura e uma distância entre eixos de 2,68 m. É 8 cm mais comprido do que seu antecessor, com a maior parte deste ganho de comprimento indo para o entre-eixos, que é 6 cm mais comprido do que é apresentado pelo primeiro 3008. O vão livre é de 22 cm. O interior, como esperado, é muito mais espaçoso, com uma grande melhora também no porta-malas. Em vez de 432 l, ele agora dispõe de 520 l, expansíveis para até 1.580 l quando os assentos são dobrados. Com tudo isso, o novo 3008 é 100 kg mais leve que a primeira geração: pesa 1.325 kg com seus motores a gasolina e 1.375 kg em suas versões diesel.

PEUGEOT_3008_EMP2-2

Existem duas opções de motor a gasolina: uma unidade 1.2 PureTech turbinada, que produz 96 kw (130 cv), equipada com uma transmissão manual e uma automática, ambas de 6 marchas, e um 1.6 THP que gera 121 kW (165 cv), unicamente com câmbio automático EAT6. Existem duas vezes mais opções de motores diesel, ainda não com o novo motor 1.5 BlueHDi. Há um 1.6 de 74 kW, ou 100 cv (manual de 5 marchas), um 1.6 de 88 kW, ou 120 cv (manual ou automático de 6 marchas), um 2.0 de 110 kW, ou 150 cv (manual de 6 marchas) e um 2.0 de 132 kW, ou 180 cv (automática de 6 marchas).

PEUGEOT_3008_EMP2-4

Seguindo o caminho de todos os modelos Peugeot desde a apresentação de 208, o novo 3008 apresenta o interior i-Cockpit, com um volante de pequeno diâmetro e um painel de instrumento que você vê por cima do volante, não através dele, como na maioria dos carros.

PEUGEOT_3008_EMP2-1

A primeira aparição pública do novo crossover vai acontecer no Salão de Paris deste ano e as vendas começarão em outubro na Europa.  Não temos certeza de por que a Peugeot optou por ter sua apresentação oficial 5 meses antes das vendas, mas tememos que a atual vá vender muito menos até lá. Estratégia estranha, se você estiver disposto a aumentar sua participação no mercado. E o 3008 certamente será responsável por um monte de vendas futuras da Peugeot, considerando o recente boom dos crossovers de que o Qashqai é o melhor exemplo. Até agora, pelo menos.

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.