Motores de combustão interna também podem ter sua revolução: conheça a LiquidPiston e o HEHC

O recente anúncio de uma pilha a combustível revolucionária da Nissan, a SOFC, pode ter dado aos apaixonados por motores de combustão interna a impressão de que seu amado modo de vida está perdido ou condenado a um círculo restrito de petrolheads. Mas a LiquidPiston quer dar a eles uma fagulha de esperança com sua invenção, o HEHC, de High Efficiency Hybrid Cycle, ou ciclo híbrido de eficiência elevada. Este novo projeto de motor mistura conceitos como o do motor rotativo, também conhecido como Wankel, em homenagem a seu inventor, com refrigeração a ar, câmara de combustão de volume fixo que acaba tendo 3 delas e um pistão que se parece com um amendoim. Veja essa beleza trabalhando abaixo para entender melhor o conceito.

Em vez de um rotor triangular, movendo-se dentro de um espaço em forma de amendoim, Nikolay e Alec Shkolnik, inventores do HEHC, inverteram a ideia. É o pistão que tem formato de amendoim, como mencionamos antes, e que se move dentro de um espaço triangular. Cada um dos vértices tornar-se uma câmara de combustão, enquanto apenas um lado do motor Wankel comum tem a função de compressão. Veja um motor rotativo convencional no vídeo abaixo para comparar.

Ultra alta eficiência energética

Mesmo sendo um motor de 4 tempos de ciclo Atkinson, com admissão, compressão, combustão e expansão, o motor HEHC teria uma eficiência energética de 75%, ou 50% a mais do que o motor diesel mais eficiente. O primeiro vídeo mostra que cada movimento do pistão cria ao mesmo tempo uma expansão e uma compressão, o que ajuda a explicar sua eficiência. Não há nenhuma informação sobre as emissões, especialmente sendo um motor tão simples, sem necessidade de refrigeração líquida. Nós contataremos a empresa para ter mais informações sobre ele.

Até agora, o motor só saiu do laboratório para impulsionar um kart, como você pode ver no vídeo acima. Com 3 velas, mas poderia também ser movido a diesel ou com qualquer outro tipo de combustível, de acordo com a LiquidPiston. O motor HEHC pode fornecer 0,75 kW (1,02 cv) a cada 0,45 kg, ou 1,7 kW/kg (2,3 cv/kg), um feito notável. A LiquidPiston nomeou o motor X-Mini. Com apenas 70 cm³, ele gera 2,6 kW (3,5 cv) a 10.000 rpm e pesa 1,8 kg. A empresa espera que ele produza 3,7 kW (5 cv) a 15.000 rpm e que pese 1,4 kg com mais desenvolvimento. Escute seu ronco no vídeo abaixo.

A LiquidPiston acredita que o HEHC pode ser usado para aplicações de até 75 kW (102 cv) com pequenas mudanças, mas o conceito também pode ser aplicado a carros de produção mais potentes. Em um comunicado de imprensa de 2012, a empresa convidou montadoras a conhecer a invenção. Será que um dia teremos um carro HEHC? Cedo para dizer, mas nós realmente gostaríamos de vê-lo nas ruas. Especialmente porque não gostamos de saber que apenas cerca de US$ 20 de cada US$ 100 que gastamos reabastecendo um carro a gasolina se converte realmente em movimento.

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.