Argentina produzirá a Renault Alaskan, Nissan Frontier e a Mercedes-Benz Classe X

A Nissan e o governo de Córdoba, uma província argentina, anunciaram hoje um acordo. Ele vai permitir que a planta de Santa Isabel produza 3 novas picapes: a nova geração da Frontier, a Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X, também conhecida hoje como GLT.

Nissan_Frontier_3rd_generation_1

Nissan_Frontier_3rd_generation_2 Renault_Alaskan_1 Renault_Alaskan_8 Mercedes-Benz-X-Class-Paris-Motor-Show

O acordo isenta a Nissan de um grande número de impostos em troca de um investimento de US$ 600 milhões. Ele praticamente dobrará a fábrica de Santa Isabel. A Nissan vai produzir 70.000 unidades por ano das 3 picapes por lá. A produção está prevista para começar em 2017, mesmo que alguns digam que ela não terá como começar antes de 2018.

Todos as picapes se basearão na NP300 Frontier. Ela tem 5,26 m de comprimento, 1,83 m de largura, 1,82 m de altura e uma distância entre eixos de 3,15 m. Os motores para Frontier e Alaskan na planta de Santa Isabel provavelmente serão o 2.5 turbodiesel que oferece 118 kW ou 140 kW. Elas também poderão oferecer um motor a gasolina 2.5 que oferece 118 kW. O modelo de Mercedes-Benz irá oferecer motores produzidos pela fabricante alemã. Provavelmente o único item Mercedes-Benz no veículo inteiro, fora a estrela de 3 pontos sobre a grade dianteira.

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.