O 500º Ferrari LaFerrari será construído e leiloado para ajudar vítimas de terremoto na Itália

Uma tragédia comove todo mundo. Um terremoto na Itália central já matou pelo menos 292 pessoas até agora. A comune, ou cidade, mais afetada foi Amatrice, com 232 mortos e muitos mais feridos. O que nunca pensamos que fosse possível seria ver um carro voltar à produção por conta de algo do tipo. Isto é o que Sergio Marchionne, CEO da FCA e da Ferrari, anunciou hoje em um encontro bilateral entre os governos italiano e alemão que aconteceu na sede da Ferrari. A companhia trará o Ferrari LaFerrari volta à vida a fim de ajudar os sobreviventes. E em homenagem aos mortos.

O 500º LaFerrari Ferrari será leiloado e o dinheiro (esperamos que todo ele) será usado para ajudar as pessoas afetadas pela tragédia. Esperamos que ele atinja um preço incrivelmente alto por causa de muitos fatores. O primeiro é que ele não terá um preço fixo, algo que o tornará comparável aos LaFerrari usados, que só valorizam, como um investimento dos bons. A segunda é que os lances pelo carro serão provavelmente ferozes. E não só porque ele é o último LaFerrari de teto rígido já construído (o LaFerrari Aperta está em produção), o que por si só poderia torná-lo muito valioso, mas também porque ele tem uma história antes mesmo de ser construído. Uma história comovente. E por último, mas definitivamente não menos importante, porque quanto mais a Ferrari conseguir pelo carro, mais ela poderá ajudar. Tiramos o chapéu para você, Ferrari.

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.