Jeep apresenta o novo Compass no Brasil

A Jeep divulgou as imagens oficiais e informações sobre o novo Compass. A apresentação aconteceu em Recife, Brasil, perto da fábrica que primeiro vai entregar o crossover, em Goiana. Sergio Marchionne, Mike Manley e Ralph Gilles assistiram à apresentação, mas apenas Gilles deu uma introdução sobre o modelo. Desenhado por Chris Piscitelli, o novo Compass seria o Jeep mais aerodinâmico da história, com um cx de 0,35.

No Brasil, ele será oferecido com 2 motores: um TigerShark 2.0 flex e o 2.0 Multijet turbodiesel. O primeiro é importado dos EUA. O segundo, da Itália. O TigerShark 2.0 oferece, com etanol, 122 kW a 6.200 rpm e 201 Nm a 4.000 rpm. Quando usa gasolina, o motor gera 117 kW a 6.200 rpm e 195 Nm a 4.000 rpm. Ele só vem acoplado a uma transmissão automática de 6 marchas da Aisin.

Quanto ao Multijet, produz 125 kW a 3.750 rpm, 350 Nm a 1.750 rpm e é acoplado a uma caixa de velocidades automática de 9 marchas da ZF. As versões diesel são exclusivamente 4×4, enquanto o TigerShark tem apenas tração dianteira.

Projeto 551 JEEP

O crossover tem 4,42 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,65 m de altura e tem uma distância entre eixos de 2,64 m.  Seu porta-malas pode aguardar 410 l de bagagem na maioria das versões e 388 l na Trailhawk. A suspensão dianteira e a traseira são do tipo McPherson.

Jeep Compass Sport

Jeep Compass Sport Jeep Compass Sport Jeep Compass Sport Jeep Compass Sport

Inicialmente, serão oferecidas 4 versões. A de entrada é a Sport. Ela oferecerá ESC (controle de estabilidade) de série, algo que mercados desenvolvidos já tem, mas não o Brasil. Você pode imaginar um veículo como este apenas com airbags frontais? Isso é o que a lei brasileira exige. E é o que a Jeep entrega por R$ 99.990, ou US$ 30.861. Para os padrões brasileiros, é um preço campeão. Para os americanos, está mais caro do que um Grand Cherokee, que custa US$ 29.995.

  jeep_compass_longitude_diesel_027 jeep_compass_longitude_diesel_031

A Longitude vem tanto com o motor TigerShark quanto com o Multijet. Ambos vêm com ar-condicionado bizona, rodas de liga leve de 18 polegadas e um sistema de infoentretenimento Uconnect com tela sensível ao toque de 8,4 polegadas. Esta versão custa R$ 106.990, ou US$ 33.022, com o motor a gasolina e R$ 132.990, ou US$ 41.046, com o Multijet.

 Jeep Compass Limited Jeep Compass Limited Jeep Compass Limited

A versão Limited é aquela que foi fotografada pelo Autoo no Brasil. É a único com o teto preto. Com faróis de xenônio e uma escolha de assentos de couro em preto ou caramelo, além de 7 airbags, ela só será vendida com o motor TigerShark a um preço de R$ 124.990, ou o equivalente a US$ 38.577.

Projeto 551 JEEP Projeto 551 JEEP Projeto 551 JEEP Projeto 551 JEEP

O Compass topo de linha será o Trailhawk. Em vez de um ângulo de ataque de 28,7º e um ângulo de saída de 31,9º, ele oferece respectivamente 29,1º e 33,1º devido a um maior vão-livre: 22,9 cm no lugar de 21,8 cm. O novo Jeep vem com um sistema de tração nas quatro rodas chamado de Jeep Active Drive Low que será melhor explicado em conferência de imprensa amanhã.

O Trailhawk vem tão recheado quanto o Limited, mas a um preço mais alto: R$ 149.990, ou algo como US$ 43.293. O Trailhawk e o Limited têm o pacote High Tech como opcional que adiciona Park Assist (estacionamento semi-autônomo), Adaptive Cruise Control (controlador de velocidade adaptativo), Lane Departure Warning (aviso de mudança de faixa), Automatic High Beam (farol alto automático) and Front Collision Warning and Prevention (prevenção e aviso de colisões dianteiras). A Jeep não divulgou o preço para este pacote.

As vendas começarão amanhã no Brasil, com as primeiras entregas em 15 de outubro. Em 5 de novembro os carros já estará disponíveis nas concessionárias para entrega imediata. Nos EUA, o novo Compass só começará a ser vendido em março e aparentemente não matará o Patriot imediatamente, já que o SUV compacto ainda vende bem no mercado americano.

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.