E se a Maserati tivesse um LaFerrari para chamar de seu? Conheça o MC-63, criado por Andrea Ortile

Há uma grande expectativa pela versão de produção do Maserati Alfieri. Alguns dizem que ela nunca virá, mas o fato de a Maserati ser controlada pela Ferrari sempre pode significar alguma coisa. E os modelos Maserati são mais do tipo GT do que carros esportivos propriamente ditos. Eis porque seria realmente bom imaginar um GT criado sobre o LaFerrari, por exemplo. E nem precisamos ser criativos para isso, já que o designer italiano Andrea Ortile fez isso por nós. Este é o Maserati MC-63, um “LaMaserati” com alma de Gran Turismo.

maserati_mc-63_andrea_ortile_7

Como o MC-63 seria baseado no mais recente hipercarro da Ferrari, ele partilharia a maioria de suas especificações técnicas. O LaFerrari tinha 4,70 m de comprimento, 1,99 m de largura, 1,12 m e tinha uma distância entre eixos de 2,65 m. Seu peso em ordem de marcha era de 1.585 kg.

maserati_mc-63_andrea_ortile_6

Ele seria alimentado por um motor V12 de 6,3 litros que entrega 588 kW a 9.000 rpm e 700 Nm a 6.750 rpm. No MC-63, ele também seria visível em toda sua glória. O poderoso V12 seria auxiliado por um sistema HY-KERS, híbrido, que aumentaria a potência total para 708 kW e 900 Nm. Um Maserati MC-63 seria provavelmente menos potente, mas mais confortável.

maserati_mc-63_andrea_ortile_4

Ortile procurou inspiração no Maserati Tipo 63 1961, da série Birdcage. A imagem acima mostra que os carros compartilham as mesmas proporções. Uma boa maneira de reforçar a herança da marca do tridente.

maserati_mc-63_andrea_ortile_5

maserati_mc-63_andrea_ortile_3 maserati_mc-63_andrea_ortile_2

Como Brian Wilson, gostaríamos de perguntar: não seria bom (wouldn’t it be nice) se a Ferrari desse a ele uma chance? Não seria bom se a Maserati pudesse ter a chance de construir um MC-63? Não seria bom?

Gustavo Henrique Ruffo

I have been an automotive journalist since 1998 and have worked for many important Brazilian newspapers and magazines, such as the local edition of Car and Driver and Quatro Rodas, Brazilian's biggest car magazine. I have also worked for foreign websites, such as World Car Fans and won a few journalism prizes, among them three SAE Journalism Awards and the 2017 IAM RoadSmart Safety Award. I am the author of "The Traffic Cholesterol", a book about bad drivers that you can buy at Hotmart, Google Play, Amazon and Kobo.