É assim que a Autocar acredita que será o novo 3 DS

Quando perguntamos a nossos leitores que carro eles pediriam Papai Noel que se pudessem, o Citroën DS3 estava entre os favoritos. Mas em breve ele deixará a marca Citroën a fim de ser chamado apenas 3. Ou DS 3, se você preferir. E a imagem acima é o que a revista britânica Autocar acredita que será o novo DS 3.

De acordo com a revista, o DS 3 é o carro mais vendido da atual submarca, com 48% de todas as vendas da DS em 2014. A “nova geração” do carro terá que acompanhar esse ritmo e continuar a rivalizar com o Mini como uma alternativa mais acessível.

O DS 3 teria se inspirado no conceito DS Divine 2020 e será mais arredondado do que o modelo que está de saída. Ele não só manterá suas características colunas C, mas também a mesma plataforma e motores que ele usa atualmente. Além das diferenças de estilo, ele também vai oferecer um interior mais refinado. Isso pode levar muitos a pensar que, na verdade, ele receberá apenas um facelift pesado, mas teremos de verificar o carro para dar nosso veredito. A Autocar diz que a nova plataforma PSA para o segmento B só estará pronta em 2018, mas e a EMP2, que supostamente serviria a carros do segmento B até o C ou D? Nós não sabemos.

O novo DS 3 também terá uma versão SUV, que é esperada para 2019. Provavelmente seu design será mais agressivo a fim de competir com o Nissan Juke. Mas quem sabe se a nova geração do Juke, esperada para aparecer também em 2016, não pegará mais leve nas linhas para ter uma aparência mais convencional? Outro mistério para resolvermos ao longo deste ano.

Fonte: Autocar

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.