FLAGRA! – Segunda geração do Chevrolet Cruze é fotografada em testes no Brasil

Alguns de nossos leitores são muito sortudos. Antonio Intini, por exemplo, recentemente fotografou os novos Chevrolet S10 e Trailblazer. A sua primeira contribuição para MotorChase foi o Chevrolet Bolt. Até fizemos uma brincadeira que ele estava se especializando em GM.  Mas, no final, não era brincadeira: ele realmente está. E desta vez nos presenteou com um conjunto de imagens da segunda geração do Chevrolet Cruze.

Chevrolet-Cruze-Antonio-Intini-MotorChase-4

As unidades do Cruze foram flagradas em São Bernardo do Campo, a mesma cidade em que Intini fotografou a S10 e o Trailblazer. Os carros tinham placas de São Paulo, o que é muito estranho. A GM tem fábricas em São Caetano do Sul, Joinville, Gravataí e São José dos Campos no Brasil. Estes carros estão provavelmente sendo testados por fornecedores.

Chevrolet-Cruze-Antonio-Intini-MotorChase-5

A segunda geração do Chevrolet Cruze é construída sobre a plataforma D2XX, a mesma utilizada pelo Chevrolet Volt e pelo Buick Envision, possível substituto do Chevrolet Captiva Sport. O novo sedã tem 4,67 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,46 m de altura e uma distância entre eixos de 2,70 m. Embora seja maior do que o modelo que substitui, ele é até 113 kg mais leve graças à utilização de aços de ultra alta resistência por toda a sua nova carroceria. Ainda temos dúvidas sobre seus motores.

Chevrolet-Cruze-Antonio-Intini-MotorChase-3

Alguns falam de um motor turbinado 1.4 de 4 cilindros já usado nos EUA e na Europa, mas duvidamos. No Brasil, o Cruze é um modelo de luxo, não é um veículo de nível básico como é nos mercados que já mencionamos. Ele tem de ser mais poderoso e mais torcudo do que o 1.4 permite. O 1.4 também é mais propenso a mostrar turbolag em baixas rotações. O Autoblog.com.ar já mencionou um motor turbo 1.5 de 4 cilindros que iria produzir 118 kW (160 cv). Nós o achamos um motor muito mais atraente, semelhante ao 1.6 THP utilizado por Citroën, Peugeot e DS. Considerando que o novo motor também será flex, um motor de 1,5 litro não é de todo impossível. Já que vai haver desenvolvimento envolvido, por que não torná-lo maior?

Chevrolet-Cruze-Antonio-Intini-MotorChase-2

As vendas do Cruze atual estão caindo em um ritmo constante, o que indica claramente que a GM está tentando se livrar das unidades que ainda restam por vender para apresentar o novo carro. Produzido em Rosario, Argentina, o novo sedã é parte do Projeto Phoenix, que inclui a versão hatchback e o SUV.

Se você fotografou um carro novo, por favor, compartilhe com a gente como Antonio tem feito. Envie-nos a sua autorização para utilizar as imagens, uma breve descrição de quando você fez as fotos, tais como local, data e outras informações que você pode considere importantes e, claro, as fotografias. Você pode entrar em contato conosco por nossa página Fale Conosco, pelo Facebook e também pelo Twitter. Nossos demais leitores certamente agradecerão sua ajuda em antecipar as próximas mudanças de mercado!

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.