Mercedes-Benz apresenta seu primeiro Classe C flex no mundo

A Mercedes-Benz começou recentemente a produzir seus carros de passageiros pela segunda vez no Brasil. A primeira tentativa, com o Classe A, foi um fracasso enorme, com uma produção total equivalente ao que era esperado para ser a produção anual do carro. A nova tentativa tem modelos mais bem aceitos na linha, assim como uma pequena “tropicalização”. O primeiro Classe C flex do mundo será produzido em Iracemápolis, São Paulo, e apresentará exatamente a mesma potência da versão gasolina. Outro erro, na nossa opinião.

Carros flex são uma ótima maneira de não só lidar com os preços de combustíveis caros, escolhendo etanol ou gasolina dependendo de qual deles oferece os melhores preços por km, mas há uma vantagem adicional: oferecer mais potência quando se usa o etanol. Como ele uma maior resistência à detonação, os motores capazes de usá-lo podem ter uma maior taxa de compressão, sem risco de bater pino, o que permite um desempenho melhor. A Mercedes-Benz preferiu ser conservadora, assim como a BMW com seu motor flex. As montadoras francesas, como a PSA, têm sido mais ousadas. O motor 1.6 THP, que normalmente oferece 121 kW (165 cv) em suas versões apenas a gasolina, pode entregar 127 kW (173 cv) em sua opção flex no Brasil.

A versão do Classe C flex é a C 180. Ela usa o motor 1.6 de 4 cilindros que também alimenta a família MFA (Classes A, B, CLA e GLA). Ele rende 115 kW (156 cv) a 5.300 rpm e 250 Nm de 1.200 rpm até 4.000 rpm.

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.