Aston Martin produzirá mais 99 unidades do Vanquish Zagato. Mas sob o nome Vanquish Zagato Volante!

Foi com entusiasmo que recebemos a notícia de que a Aston Martin produziria o Vanquish Zagato, apresentado como um conceito no Concorso d’Eleganza Villa d’Este. Mas apenas 99 unidades do Zagato Vanquish sairão das linhas de produção. De qualquer forma, a Aston Martin encontrou uma forma de dobrar a produção sem diluir a exclusividade. Criou uma versão conversível desta beleza e lhe deu um nome tradicional: Aston Martin Vanquish Zagato Volante. O carro estreou no Pebble Beach Concours D’Elegance, que também viu a chegada de outro conversível exclusivo, o Lamborghini Centenario Roadster. Não há lugar melhor lugar para a estreia de conversíveis do que a Califórnia!

Vanquish_Zagato_Volante_4

Vanquish_Zagato_Volante_9 Vanquish_Zagato_Volante_8 Vanquish_Zagato_Volante_7 Vanquish_Zagato_Volante_6

O Vanquish Zagato tem 4,69 m de comprimento, 1,91 m de largura, 1,29 m de altura e uma distância entre eixos de 2,74 m. O Zagato Volante deve ser mais baixo do que o cupê, mas a Aston Martin não forneceu suas especificações técnicas. A potência de ambos os carros vem de um motor V12 6.0 dianteiro que normalmente produz 424 kW a 6.650 rpm e 630 Nm a 5.500 rpm. Para o Vanquish Zagato, ele foi melhorado para gerar 441 kW.

Vanquish_Zagato_Volante_2

Vanquish_Zagato_Volante_5 Vanquish_Zagato_Volante_3

Sua dinâmica também recebeu melhorias, mas as alterações a que foram submetidos a suspensão e os freios não foram divulgadas. Enquanto o cupê pode ir de 0 a 100 km/h em 3,5 s, o Vanquish Zagato Volante leva 3,7 s para fazer o mesmo.

Os 99 sortudos que comprarem esta maravilha começarão a receber seus carros em 2017. Esperamos que a Aston Martin decida ter também uma versão shooting brake do Vanquish Zagato para que tenhamos mais 99 unidades dele rodando por aí!

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.