BMW Série 5 é totalmente revelado em questão de horas após o vazamento

Ontem, mencionamos que a BMW revelaria a 7ª geração do Série 5 em questão de dias. Estávamos errados: não levou nem horas para a fabricante alemã apresentar seu novo sedã do segmento D. Ele também não usa a tecnologia Carbon Core, algo que seria lógico para fazer seus preços a cair, mas que provavelmente ainda precisa de mais desenvolvimento até ser possível ampliar sua escala. Enfim, o carro não irá decepcionar seus fãs.

bmw_5_series_g30_dimensions_official_1

O G30 tem 4,94 m de comprimento, 1,87 m de largura, 1,47 m de altura e uma distância entre eixos de 2,98 m. Seu porta-malas pode carregar até 530 l de bagagem e ele é o modelo mais aerodinâmico já apresentado pela BMW, com um cx de 0.22. O novo Série 5 até agora não recebeu nenhum motor de 3 cilindros 1.5 sob o capô, mas isso pode ser algo que versões mais baratas irão apresentar no futuro. Os motores disponíveis são 4, tanto com tração traseira quanto integral.

bmw_5_series_g30_520d_official_1 bmw_5_series_g30_520d_official_2

O primeiro é um motor 2-litros turbodiesel de 4 cilindros que entrega 140 kW a 4.000 rpm e 400 Nm entre 1.750 rpm e 2.500 rpm (para a versão 520d).

bmw_5_series_g30_530d_official_1

bmw_5_series_g30_530d_official_3 bmw_5_series_g30_530d_official_2

O segundo é um 3-litros turbodiesel de 6 cilindros que gera 195 kW a 4.000 rpm e 620 Nm de 2.000 rpm até 2.500 rpm.

bmw_5_series_g30_540i_official_4

bmw_5_series_g30_540i_official_8 bmw_5_series_g30_540i_official_7 bmw_5_series_g30_540i_official_6 bmw_5_series_g30_540i_official_5

Quando falamos dos movidos a gasolina, a única opção “pura” apresentada até agora é o 3-litros de 6 cilindros TwinPower que mencionamos em nosso artigo anterior. Ele produz 250 kW de 5.500 rpm até 6.500 rpm e 450 Nm entre 1.380 rpm e 5.200 rpm.

bmw_5_series_g30_530e_official_1

bmw_5_series_g30_530e_official_4 bmw_5_series_g30_530e_official_3 bmw_5_series_g30_530e_official_2 bmw_5_series_g30_official_17

A outra opção é a versão 530e, um híbrido plugin. Ele é alimentado por um motor de 2 litros e 4 cilindros e por um motor elétrico que integra a transmissão. A BMW ainda não divulgou qualquer informação sobre ele, só as fotos acima. Voltaremos ao 530e quando a empresa revelar o que este híbrido tem para oferecer além de um consumo de combustível provavelmente impressionante.

bmw_5_series_g30_official_10

Tecnicamente falando, o G30 pode ser até 100 kg mais leve que o F10. Como ele não conta com o Carbon Core, o peso mais baixo se deve basicamente a mais aço de ultra alta resistência sendo usado na estrutura. O novo Série 5 ainda não usa faróis de laser, mas é bem servido por faróis de LED adaptativos, que ainda são bem atuais, mesmo que não merecem mais ser chamados de tecnologia de ponta.

bmw_5_series_g30_official_12

A sopa de letrinhas fornecida pela tecnologia está em toda parte no Série 5. Ele conta com Lane Change Assistant (assistente de mudança de faixa), Lane Keeping Assistant (assistente de permanência na faixa) e Steering and Lane Control Assistant (assistente de controle e de esterçamento na faixa) que também freia o carro em velocidades de até 210 km/h. Vale lembrar que muitos carros não podem nem mesmo alcançar essa velocidade.

bmw_5_series_g30_official_11

No interior, os bancos oferecem 8 programas de massagem e você pode carregar seu celular sem fio. O carro pode ser controlado por voz ou gestos. Essas são coisas que podem ter um tremendo apelo para os amantes de tecnologia, mas estamos mais interessados sobre a forma como o carro se comportará quando for colocado à venda, em 9 de fevereiro de 2017 na Europa. E adoramos as imagens em raio-X que a BMW forneceu.

bmw_5_series_g30_official_15

bmw_5_series_g30_official_13 bmw_5_series_g30_official_14

Dê uma boa olhada na suspensão de braços triangulares sobrepostos na parte dianteira e na suspensão 5-link na traseira. E também no sistema de tração nas quatro rodas do modelo, com um mini-cardã em direção às rodas diateiras. Embora seja um sedã grande, o novo Série 5 deve ser muito divertido de conduzir. Mantenha suas expectativas elevadas até fevereiro do próximo ano. Esperamos que a BMW esteja à altura delas com o novo modelo.

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.