Ford irá revelar o EcoSport reestilizado no Salão do Automóvel

Quando o Ford EcoSport era a única opção de crossover no segmento B, vendeu como pãezinhos quentes. Mas agora ele enfrenta uma concorrência feroz na maioria dos mercados, especialmente a partir da chegada dos Honda HR-V e do Jeep Renegade. É por isso que ele precisa desesperadamente de uma restilização ou até mesmo de uma nova geração, mas esta última levará um bom tempo. O facelift, por outro lado, será apresentado no Salão do Automóvel, como os caras do Autos Segredos anteciparam.

Além de uma nova dianteira, lanternas com um arranjo diferente e de um novo para-choque traseiro, o novo EcoSport irá apresentar um novo motor de entrada, um 3-cilindros de 1,5 litros da família Dragon. A potência deve ficar em torno de 95 kW. O novo motor irá substituir o motor de 4 cilindros de 1,6 litros da família Sigma.

O crossover será apresentado em novembro, mas só será colocado à venda no mercado brasileiro em 2017, como modelo 2018. Os preços devem permanecer os mesmos ou até diminuir, especialmente porque as alterações não parecem ser suficientes para colocá-lo de volta ao jogo. Uma nova geração nunca foi tão necessária quanto neste caso.

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.