Como será a nova picape média monobloco da Ford?

A Ford está trabalhando duro em sua nova picape média monobloco. Não só por causa da Honda Ridgeline, vendida nos EUA, mas principalmente devido ao sucesso da Fiat Toro. A picape da FCA,
construída sobre a plataforma SUSW, a mesma usada pelo Jeep Compass e Renegade, não foi a primeira, mas é a média monobloco que mostrou o potencial do segmento aos demais fabricantes. A GM terá uma semelhante, construída sobre a plataforma GEM. A Volkswagen já apresentou a Tarok. Mas como será a média monobloco da Ford? Recebemos recentemente a aposta de um velho amigo: essa que agora publicamos com exclusividade.

Qual será a nova pickup unibody pequeno Ford olhar como?
Um famoso designer asiático nos deu seu palpite baseado no novo Ford Escape/Kuga. Ela pode ser chamada de Courier ou de Ranchero

As imagens mostram uma picape derivada do novo Ford Escape. Ou Kuga, se você morar na Europa. Eles foram criados por um talentoso designer da Ásia que prefere permanecer anônimo.

A nova picape provavelmente será chamada de Ranchero, nome de uma antiga picape derivada de carros da Ford. Outra possibilidade é o nome Courier, que achamos bem difícil de ser usado no Brasil por ser o mesmo de uma picape pequena, ainda que de boa reputação. Ela usará a única plataforma de tração dianteira que a Ford pretende ter em seus novos produtos, a C2. Ela estreou com o novo Ford Focus e o Escape/Kuga também a utiliza, o que faz com que as projeções não fiquem muito distantes da realidade. Mesmo que a aparência final seja diferente e mais quadrada do que a do crossover. Acredita-se que a picape terá os motores 1.5 e 2.0 EcoBoost, bem como transmissões automáticas e opções turbodiesel. Produzida no México, ela será exportada para os EUA e para os mercados sul-americanos. Também pode ser produzida na Argentina, de onde viria para o Brasil.

O que você acha de uma picape Escape/Kuga? Venderia bem? Deixe-nos suas impressões sobre as projeções e, no caso de você saber mais sobre a nova picape média monobloco da Ford, por favor, conte-nos tudo!

Gustavo Henrique Ruffo

Sou jornalista automotivo desde 1998 e trabalhei para alguns dos meios, especializados ou não, mais importantes do Brasil, como Folha de S.Paulo, Jornal do Carro, a finada Oficina Mecânica, Gazeta Mercantil, WebMotors, FlatOut, Car and Driver e Quatro Rodas. Também escrevi para meios estrangeiros, como o site World Car Fans, e ganhei alguns prêmios de jornalismo, da SAE, da AEA e o IAM RoadSmart Safety Award 2017, pelo The Guild of Motoring Writers. Também sou autor do livro "O Colesterol do Trânsito", sobre maus motoristas, que pode ser comprado como ebook no Hotmart, na Amazon e como cópia física no Clube de Autores.